Guia para acabar com a falta de assunto no seu blog
Marketing

Guia para acabar com a falta de assunto no seu blog

O profissional de conteúdo que nunca sentiu dificuldades em encontrar novos assuntos para abordar, que atire a primeira pedra.

É verdade, existem momentos que acontece um bloqueio e parece que já abordamos todos os assuntos que julgamos interessantes para nossos leitores.

Respeitar a proposta original de um blog é importante para ganhar relevância, portanto não vale sair falando sobre assuntos que não agradem seu leitor. Porém, como saber sobre o que falar? Confira abaixo:

Fontes Primárias de Assunto

Classificarei aqui as fontes primárias, que são aquelas que você tem acesso ao criar um site e quando já tem sua audiência. Você não vai gastar nada com ela e vai poder tirar valiosos insights pra criação de conteúdo. Mãos à obra!

Google Analytics

Tráfego Orgânico

O Google Analytics não precisa de apresentações, certo? Com um pouco de experiência você já deve ter notado o espaço o espaço Acquisition (Aquisição) —> All Traffic (Todo Tráfego) —> Channels (Canais) —> Organic Search (Busca Orgânica).

Expanda a visualização no canto inferior direito para poder ver várias keywords que levaram as pessoas ao seu site.

Exporte tudo em uma planilha.

Busca Interna

A busca interna é outra importante ferramenta para descobrir o que seu público tem buscado. É necessário configurar isso dentro do Google Analytics para começar a coletar informações. Depois de feito, é só conferir com certa frequência em Behavior (Comportamento) o Site Search (Busca no Site). Moleza!

Exporte tudo e reúna em uma planilha.

Google Webmaster Tools ou Search Console

Acredito que poucos usam essa ferramenta, apesar de ser a melhor de todas para esse tipo de planejamento de keywords, especialmente porque mostra TODAS keywords que seu site rankeia, ou em outros termos, aquelas nas quais as pessoas chegaram até seu site.

Exporte tudo, faça limpeza no que não é interessante no momento e una na planilha da exportação acima.

Google Adwords: Keyword Planner

Aqui basta acessar a ferramenta, depois de configurada, e inserir o link do seu site no espaço pertinente. O Google vai lhe dar várias sugestões de keywords que poderiam ser trabalhadas pelo seu site, que estão relacionadas.

A concorrência que aparece na ferramenta é apenas relacionada ao Google Adwords, portanto desconsidere para tráfego orgânico.

Baixe tudo e una à planilha de keywords.

Pesquisa com seus usuários

Essa parte é um pouco menos óbvia, porém poderosa. Crie uma Forms no Google Drive, coloque alguns termos que estão na sua planilha de keywords e crie um campo aberto para respostas.

Depois disso, envie para alguns de seus leitores esse Forms com a seguinte pergunta:

Como você pesquisaria por esses termos no Google?

Pronto, você vai ter boas ideias para títulos, que condizem com a forma como seus leitores fazem busca.

Auditoria de conteúdo no site

Essa parte é um pouco mais demorada, porém a que eu mais gosto. Aqui você vai identificar quais assuntos estão em falta no seu site.

Por exemplo, se você fala muito sobre aparelhos celulares, poderia falar também sobre baterias para celular ou até mesmo capinhas de celular. Basta notar que em muitos textos esses termos podem acabar surgindo naturalmente.

Ou seja, além de já ter uma possibilidade de link building interno, você vai estar falando sobre assuntos relacionados e que vão agregar, com certeza, na experiência do seu leitor.

A auditoria não é um processo rápido, especialmente se sua equipe for pequena ou de uma pessoa apenas. Isso pode levar meses, mas vale a pena ser feita.

O mapeamento pode ser feito em planilhas, identificando o assunto de cada texto, e ele também acontece mentalmente quando você otimiza posts antigos e nota uma certa frequência de assuntos citados não abordados ainda.

Planejamento com Etapas de Funil

Complementando a auditoria, essa etapa acontece antes. Depois que você leu este guia, poderá criar uma estratégia sobre quais assuntos serão abordados em seu blog, dividindo-os em Topo, Meio e Fundo de funil, de acordo com a sua estratégia de persona.

Com um pouco de conhecimento sobre seu blog, você perceberá que falta algum tipo de conteúdo sobre um determinado tópico, ou que ele só foi abordado em uma etapa de Topo de Funil, valendo a pena fazer um conteúdo Meio de Funil para aproximar seu leitor da compra, por exemplo.

Conversa com sua equipe de vendas

Você já perguntou pra sua equipe de vendas quais as principais objeções durantes as vendas? Pois é, por que não transformar isso em um artigo para que os leads já cheguem melhor qualificados ou para que seus vendedores enviem o artigo para os prospects quando abordados?

Marketing de conteúdo precisa vender e essa é uma ótima forma de fazer isso acontecer

Fontes Secundárias de Assunto

Aqui já começamos a pensar em investir uma grana pra poder ter acesso às ferramentas que irão facilitar seu trabalho. Não é um investimento obrigatório, porém com certeza vale a pena e poupa boas horas de trabalho.

KeywordTool.io

Eu amo essa ferramenta. Se você tem uma keyword short-tail, essa é a ferramenta que vai lhe entregar a forma como os usuários buscam no Google para que você possa focar na keyword long-tail dela, ou seja, a variação.

Ela tem uma função de quantidade de busca mensal que é apenas para a versão paga. Eu acho que vale a pena investir, no meu caso poupa muito tempo.

SEMrush

Essa ferramenta é obrigatória para marketing de conteúdo. Acho que já disse isso umas 10 vezes aqui no site. Enfim, com ela você pode saber quais as keywords que seus concorrentes ou sites que abordam mesmo assunto que o seu estão falando e ir atrás delas.

Além disso, você pode buscar uma determinada keyword e entender quais outras estão relacionadas ao assunto. Mas certamente, a questão de olhar os concorrentes é fundamental par quem está em um mercado concorrido (acho que todos né?).

Conclusão

Deu pra sair do bloqueio e conseguiu bons insights sobre assuntos para abordar em seu site? Espero que sim. Como dicas finais digo o seguinte:

  • Faça auditoria de conteúdo em seu site
  • Entenda as lacunas de conteúdo que existem
  • Acompanhe como as pessoas chegam ao seu site pelo Google Analytics e Webmaster Tools
  • Contrate uma ferramenta descente, for God´s Sake!

Sério, não economize, não vale a pena. Dúvidas? Conte comigo!

Rodapé ebook como montar uma estrutura de vendas para novas empresas

 

Leave a reply