Marketing de conteúdo para resultados- 4 fatos que estão te atrapalhando
Marketing

Marketing de conteúdo para resultados: 4 fatos que estão te atrapalhando

Não está fácil pra ninguém. Desde que o inbound marketing tomou a cena como a principal ferramenta de conquista de novos clientes, o marketing de conteúdo virou um must-have em qualquer empresa que se preze.

Apesar disso, a verdade é que conseguir colher bons resultados com marketing de conteúdo não é tão fácil assim. Entenda abaixo os motivos pelos quais sua empresa não está conseguindo aparecer, apesar dos investimentos.

1. Há conteúdo de sobra

Segundo esta pesquisa feita pela Rock Content, 70% das empresas respondentes já utilizam marketing de conteúdo para interagirem com seu público alvo, gerar mais leads e receitas. Isso nos leva a crer que:

Conteúdo é onipresente

Um usuário comum, na internet, terá contato com diversos conteúdos durante algumas horas de navegação. Sendo assim, criar conteúdo não é mais um diferencial.

Seu conteúdo não é mais grandes coisas

Quem acompanhou o desenvolvimento do marketing de conteúdo, sabe o quão rapidamente esse mercado está se desenvolvendo. Portanto, se sua marca/empresa não cria algo diferenciado e cada vez mais voltado para um nicho de mercado, dificilmente o seu conteúdo vai lhe ajudar no discurso de vendas e geração de leads.

Conteúdo também é barulho

Assim como os emails de spam são parte do barulho que todos evitam, conteúdos ruins também fazem parte do barulho da internet. Nós simplesmente passamos por eles sem ao menos notar do que se tratam. É basicamente um ad blocker mental para coisas de baixa qualidade e que não agregam nada em nossas vidas.

Pense no seguinte: se nem seus vendedores utilizam seu conteúdo como apoio às vendas, como pode ser que ele seja útil para sua persona?

2. Déficit de atenção

Segundo a pesquisa da ZenithOptmedia, as pessoas na América Latina passam 13 horas por dia consumindo conteúdo. É a média mais alta em todo mundo.

média de consumo de media por região no mundo

Média de consumo de mídia por região no mundo

Comparativo entre consumo de tipo de mídia entre 2010 e 2015

Comparativo entre consumo de tipo de mídia entre 2010 vs 2015

Média de consumo de mídia de acordo com cada tipo

Média de consumo de mídia de acordo com cada tipo

Além disso, segundo outra pesquisa feita pela Microsoft, nós humanos reduzimos nosso tempo de atenção a um patamar menor do que o de um peixinho dourado.

8 segundos é o tempo médio de atenção de um ser humano. Os peixes dourados possuem um tempo médio de atenção de 9 segundos.

Essa pesquisa nos mostra a importância de prender a atenção dos consumidores em um conteúdo, rapidamente, e mantê-los ativos com conteúdos diferenciados e de qualidade. Isso vale para qualquer tipo de conteúdo, de textos a vídeos.

A captação da atenção também deve ser pensada pela perspectiva do branding. Construir um senso de autoridade, criar conteúdos de qualidade e que posicionem sua empresa como detentora de conhecimento são táticas que não devem ser deixadas de lado.

3. Visão em túnel

Como já disse acima, a oferta de conteúdo é imensa. Apesar disso, as pessoas só irão buscar por algo quando precisarem do mesmo (por isso a visão em túnel). Por esse motivo, o momento para que o público alvo engaje com seu conteúdo é muito pequeno e deve ser muito bem aproveitado.

Mais uma vez a questão de se aprofundar em um nicho de conteúdo pode ser interessante, pelo motivo de ser possível se aprofundar com qualidade no assunto dominado e abordar todas nuances possíveis de um determinado assunto.

Muitas empresas pecam por desenvolverem conteúdos apenas de topo de funil, que em geral atraem muitas pessoas, mas carecem na produção de conteúdos de meio e fundo. Ou mesmo quando produzem conteúdos de várias etapas, não fazem a ligação entre um conteúdo e outro.

Se sua empresa cria conteúdo apenas para ser consumido em alguns momentos do ciclo de consumo, deixando de enxergar o conteúdo de forma estratégica, é natural que não consiga bons resultados com marketing de conteúdo.

O conteúdo não é Rei. O conteúdo certo, na hora certa, no canal certo, para o leitor certo é todo o Reino.

4. Jornada do Consumidor é imprevisível

Por fim, imaginar que seu leitor irá acessar seu conteúdo a partir do topo de funil, depois irá para o meio e posteriormente para fundo é supor demais. A jornada do consumidor não é tão previsível assim. Essa noção de previsibilidade pode ter vindo da jornada de compra dos e-commerces, que possuem um fluxo, de certa forma, linear de consumo.

Para marketing de conteúdo não podemos pensar assim. Se o leitor estiver consumindo conteúdo de topo de funil, além de indicar o conteúdo de meio de funil, também indique de fundo. Não suponha que ele vai passar por todas as etapas para finalmente chegar a converter para um lead ou que ele só vai converter na sua landing page de serviço/produto quando estiver 100% nutrido.

Conclusão

Em resumo, podemos dizer:

  • Crie conteúdo de qualidade para o nicho que se deseja trabalhar;
  • Crie conteúdo para todas etapas de funil;
  • Conteúdo com qualidade é aquele que te faz vender mais. Seus vendedores usam seu conteúdo pra vender?;
  • Seja rápido para atrair a atenção dos consumidores e mantenha-os engajados;
  • A não ser que você tenha uma equipe de inteligência de dados, não suponha a jornada do seu consumidor. Distribua seu conteúdo de forma diversificada.

No mais, recomendo que utilize as ferramentas de marketing que usamos aqui na Outbound Marketing. Elas têm nos ajudado bastante. Também comente abaixo sua opinião sobre o assunto.

CTA ebook Guia para vender SaaS com excelência