fluxo de indicação capa
Vendas

Fluxo de indicação: como colocar mais leads dentro do seu funil e engajá-los

Aposto que só de ler o título desse post, você já ficou pensando em como isso poderia acontecer dentro de um fluxo de cadência e se realmente daria certo.

Pois bem, meu intuito hoje é mostrar que dá certo e poucas empresas utilizam esse poderoso artifício, que é pedir indicações para seus clientes e fazer um fluxo de cadência poderoso para engajar esses leads.

Antes de mais nada quero deixar claro que muitos podem conhecer os fluxos de indicação como fluxos de referência, ou qualquer outro termo.

Na realidade, não existe certo e nem errado, você pode adaptar de acordo com o seu cenário. Vamos partir do princípio que você já entendeu sobre o que eu vou falar aqui, ok?

Fluxo de Indicação: aumente sua lista de leads sem esforço

Antes de entrarmos mais a fundo no processo de como esse fluxo funciona, vou citar um exemplo aqui para seguirmos uma linha de raciocínio.

Com certeza você já indicou algum amigo ou alguém da sua família para comprar algo, não é mesmo?

Eles devem ter ficado bem interessados em ver de perto esse produto para saber como iria funcionar no dia a dia deles. Até porque você falou bem dos resultados.

Quando eles compraram, você até se sentiu orgulhoso por ter ajudado.

Te garanto uma coisa, mais feliz que você e a pessoa que comprou o produto, foi o próprio vendedor. Ele não teve muito esforço para fazer a venda, porque a pessoa já chegou direcionada para a compra.

Ele só checou alguns pontos para personalizar um pouco mais a venda. A sua indicação se tornou uma comissão que caiu do céu para o vendedor.

Agora, imagina essa comissão multiplicada por mais indicações…

É justamente esse o intuito de ter um fluxo de indicação bem estruturado, no qual você precisa de um esforço bem menor para ter mais clientes na sua base.

Lógico que para ter sucesso, você precisa usar uma cadência de ações personalizadas, aproveitando todas as informações que seu cliente já adiantou sobre o lead que ele está indicando.

Um fluxo semi-automatizado cairia como uma luva para esse tipo de estratégia porque, como você já vai coletar algumas informações, não custa nada um pouco mais de customização para aquele lead.

Esse fluxo deve ter apenas um email e uma ligação, e nada mais!

Ok! Mas como colocar em prática?

O primeiro passo é fazer um follow up com seus clientes. Mas antes de fazer esse FUP, busque informações com seu time de Customer Success.

Como está a performance daquele cliente usando a sua solução? Quais resultados ele está obtendo nos últimos meses? O que mudou no processo dele?

Esses dados serão uma preciosidade nas suas mãos.

fluxo de indicação my precious

A ideia aqui é colocar essas informações dentro do contexto de um email extremamente customizado, ressaltando sua felicidade em saber as notícias que você verificou internamente.

Depois disso, vem o pulo do gato.

Você pede a indicação de alguma pessoa que o seu cliente conheça que está na mesma situação que ele estava a pouco tempo atrás, e pergunta se ele poderia fazer uma ponte entre vocês.

Pronto! Meio caminho andado para um futuro cliente.

Veja só aqui um exemplo de como é a estrutura de um email em que você pede uma indicação:

fluxo de indicação email pedindo indicação

Um detalhe interessante que vale destacar é o fato de você aproveitar o contato para indicar alguma novidade, como um case de sucesso, um novo conteúdo, um ebook ou um webinar que sua empresa irá realizar.

Enfim, a ideia aqui é uma troca de informações e gentilezas.

Você irá mostrar que ainda está por dentro do processo dele, irá enviar um conteúdo interessante e ele estará passando o contato de um conhecido que poderá virar seu cliente.

Nada mal, né? Reparou como uma simples ação pode ajudá-lo a bater suas metas e escalar suas vendas?

As vendas por indicação podem ser uma excelente fonte de novos leads e se transformarem em um mecanismo de grande crescimento para sua empresa.

Ok, mas o que eu faço com esse lead que foi indicado?

Depois de receber o contato indicado, o ideal é você parar durante um momento e pensar em um email bem personalizado, fazendo o levantamento de informações que irão enriquecer o seu primeiro contato.

Provavelmente, seu cliente já vai passar alguns detalhes sobre aquele lead que ele está indicando. Se ele não fizer isso, calcule quão boa é a sua relação e gaste mais um tempinho pedindo informações essenciais.

Acredite, é muito importante obter essa informações para personalizar o seu email de forma convincente.

Fazer uma ponte entre a pessoa que te indicou e o fato de você estar entrando em contato também é uma boa prática bem óbvia na hora da apresentação.

Não esqueça de mencionar como a sua solução ajudou seus clientes, principalmente aquele que forneceu a indicação para um primeiro bate papo.

Entender o cenário e mostrar que entende faz toda a diferença nesse momento.

Aqui você consegue ver um template de email com esse objetivo:

fluxo de indicação email para o lead

Um detalhe: por mais que seja um fluxo de apresentação de uma indicação, ele deve seguir a lógica de um fluxo de prospecção, com ações multicanais para conseguir a conexão, ok?

Um FUP por telefone ou pelo LinkedIn pode te ajudar muito aqui e até aumentar, e muito, suas chances de conversão.

No nosso relatório de outbound baseado em mais de um milhão de interações, você consegue ver essas e outras estatísticas sobre taxas de conversão.

Conclusão

A ideia de implementar um fluxo de indicação dentro do cenário de vendas ajuda não só ao seu time a bater as metas tão almejadas, mas também a dar escalabilidade ao seu cenário.

Por exemplo, alguns segmentos precisam ter uma receita recorrente para sobreviver ao mercado cada vez mais competitivo. Se o ticket médio não for tão alto, é necessário ter um volume de leads contínuo.

Com um fluxo de indicação você consegue ter um volume maior de leads quentes entrando no seu funil.

Preparado para colocar a estratégia em prática? Não tem nenhum segredo, basta ter uma ferramenta que vai te auxiliar na personalização e automatização dos seus emails e pronto!

Poder escolher entre estratégias é bem melhor que se prender a uma só, não é mesmo?

Caso você ainda não tenha essa ferramenta ou se ficou com dúvidas em algum outro ponto, pode entrar em contato comigo pelo email rafael.costa@reev.co, ou clicar no banner aqui embaixo.

Teremos o maior prazer em gerar insights para o seu cenário e ajudar a melhorar seu processo de vendas!

Leave a reply