Marketing

3 lições que Os Simpsons nos ensinam sobre prospecção

Os Simpsons é um dos seriados animados de maior sucesso da história da TV. Está no ar há 26 temporadas e possui 567 episódios exibidos. Com uma temática muito bem humorada, é contada a história da família Simpson, composta pelo patriarca, Homer, sua esposa Marge e seus filhos Bart, Lisa e Maggie.

Não existe uma linha do tempo muito bem definida na série, tanto que cada episódio demora em média 6 meses para ficar pronto, com um time composto por 16 roteiristas responsáveis pela sua elaboração. Agora deu para entender por que grande parte dos episódios termina de forma completamente diferente do que começou, né?! Em 6 meses, bastante coisa muda! 😛

Mas enfim, apesar de ser descontraída, a série animada possui histórias e piadas muito inteligentes que nos dão varias lições sobre diversos temas, que vão desde artes até futebol.

prospecção

Vendas e prospecção é claro, não podiam ficar de fora dessa. Em toda sua estupidez, Homer e sua família nos ensinam importantes lições que podem ser utilizadas por qualquer time de Marketing e Vendas.

Lições sobre vendas e prospecção Outbound com Os Simpsons

Prospecção é uma ciência. Apesar de grande parte das pessoas não saber desse fato, seguir determinados processos e metodologias é vital para o sucesso de uma estratégia de vendas.

Podemos realizar várias analogias do processo de Outbound com o seriado, ainda mais sabendo que Homer, que já possuiu mais de 46 profissões, foi desde lobista até vendedor!

Baseados na série, tiramos 3 importantes lições que os Simpsons nos ensinam um pouco sobre vendas e gestão!

Lição 1: vá diretamente às pessoas certas

Homer Simpson é um dos personagens, junto com com Peter Griffin, mais estúpidos da história da TV. Dotado de pouquíssima inteligência, as coisas parecem de alguma forma, sempre darem certo para ele. Mas qual é o segredo de Homer para conseguir atingir seus objetivos?

Querendo ou não, apesar da sua baixa capacidade intelectual, dentro da série ele é uma pessoa extremamente bem conectada. Homer já conheceu pessoas como Ronaldo, Keith Richards, Stephen Hawking, dentre vários outros.

prospecção

Por ter um bom networking, Homer sempre consegue atingir seus objetivos de curto prazo. Ele já apitou partidas com Ronaldo Fenômeno, foi vizinho do George Bush e participou de um acampamento de rock com astros como Mick Jagger.

Tal qual Homer, um time de vendas deve saber chegar até os contatos certos. Assim como falamos no artigo sobre como encontrar o email correto do prospect, é essencial chegar até o Decision Maker para encurtar o ciclo de vendas.

E assim como Homer costuma chegar até os objetivos que busca em muito pouco tempo, o time de Outbound necessita falar com a maior quantidade possível de leads bem qualificados no menor espaço de tempo possível, sem abrir mão da qualidade no contato, claro, para sempre estar em dia com suas metas.

Então, a lição que Homer nos ensina é: chegar ao contato certo de forma rápida, é a melhor forma de validar um objetivo, no caso do Outbound, uma lista de prospecção de qualidade.

Lição 2: tenha um bom jogo de cintura

Lembra quando falamos que vendas também são uma ciência? Pois é, mas diferente de física e matemática, não é uma área “exata”. Uma venda depende de fatores muito complexos, como relacionamento com os possíveis clientes, processo bem estruturado e domínio de técnicas e metodologias por parte do time de Outbound.

Não defendemos a idéia que o bom vendedor é unicamente aquele que “nasce” com o talento. Entretanto, possuir capacidade natural de argumentação e jogo de cintura facilita bastante o trabalho de qualquer um que faça parte da equipe de prospecção.

Fora a malandragem e a dificuldade com assuntos acadêmicos, Homer é bastante extrovertido e faz amigos facilmente. Se não fosse por isso, ele não poderia ter nos ensinado a lição 1.

Sua capacidade argumentativa inclusive, é inversamente proporcional à sua força de vontade (que é nula). Quem acompanha a série, já deve ter visto o episódio em que ele convenceu quase todo o seu bairro a vender suas casas a um preço minímo para o Sr.Burns, que tinha planos de realizar fraking na vizinhança.

Viu como jogo de cintura pode facilitar o trabalho de qualquer vendedor?! Possuir técnica é essencial, mas saber lidar com situações não previstas é o diferencial entre um vendedor de sucesso e aquele que fracassa.

Se o Homer conseguiu improvisar para vender a “destruição” do seu bairro, qualquer time de Outbound baseado em processos, técnica e um pouco de jogo cintura também é capaz de vender seus produtos/serviços.

Lição 3: saiba conviver com pessoas diferentes

Quando Aaron Ross propôs a segmentação do time de Outbound, uma situação não prevista que aconteceu foi a entrada de vários perfis “estranhos” à área de vendas. Antes acostumada com pessoas com perfil bastante extrovertido, agora, com a integração do Marketing ao Comercial, o time de Outbound passou a ter analistas de dados, no caso a Inteligência Comercial, e outras pessoas que não necessariamente possuíam personalidade falante e desenvolta.

Então, saber conviver com pessoas diferentes passou a ser essencial para a motivação do time permanecer alta. Os vendedores deveriam se adaptar aos analistas e vice-versa, para evitar desgaste entre as equipes. Passou a ser estratégico ter um gestor com perfil conciliador.

Para quem acompanha a série, basta ver o perfil da família Simpson para entender como Homer aprendeu a conviver com pessoas diferentes. Enquanto ele é um alcoólatra de coração grande, sua mulher é calma, seu filho é malandro e sua filha é extremante inteligente e estudiosa. Isso sem contar seus amigos, que em nada parecem com ele.

prospecção

Olhando por esse espectro, quem não acompanha a série deve pensar que Homer possui vários detratores. Mas por incrível que pareça, até as pessoas que não deveriam gostar dele possuem algum carinho por ele.

prospecção

Entretanto, como na vida real é difícil um gestor ter perfil Homer Simpson, mais pela malandragem do que pela simpatia, é necessário possuir algum processo para manter times tão diferentes alinhados.

É por isso que foi criado o Road Map to Close, o SLA entre Marketing e Vendas. É basicamente um acordo entre as áreas, onde a primeira não pode repassar um lead caso ele não preencha alguns parâmetros, como possuir dinheiro e estar em momento de compra, por exemplo.

Aliando um gestor conciliador a um processo muito bem estruturado, a motivação do time sempre vai estar em alta. E um time motivado, possui maiores chances de atingir seus resultados!

Vida real imitando a ficção

É incrível como a ficção pode nos dar lição sobre o que fazer na vida real. Por mais que seja impossível pensar em Os Simpsons como uma escola, ela consegue nos ensinar muito sobre vendas e negócios.

Entender como Homer consegue se conectar com outras pessoas facilmente e sabe conviver com muitos perfis diferentes de pessoas pode ensinar grandes lições a qualquer gestor de marketing e vendas.

É possível tirar lições dos lugares mais improváveis possíveis, ainda mais quando se é um gestor que possui metas desafiadoras. Afinal, quando você não bater sua meta, não quer usar a épica frase de Homer Simpson.

A culpa é minha e coloco ela em quem eu quiser!

Ferramenta de ICP